O Haiti não é aqui!

” E o venerável cardeal disser que vê tanto espírito no feto
E nenhum no marginal
E se, ao furar o sinal, o velho sinal vermelho habitual
Notar um homem mijando na esquina da rua sobre um saco
Brilhante de lixo do Leblon
E quando ouvir o silêncio sorridente de São Paulo
Diante da chacina
111 presos indefesos, mas presos são quase todos pretos
Ou quase pretos, ou quase brancos quase pretos de tão pobres
E pobres são como podres e todos sabem como se tratam os pretos
E quando você for dar uma volta no Caribe
E quando for trepar sem camisinha
E apresentar sua participação inteligente no bloqueio a Cuba
Pense no Haiti, reze pelo Haiti
O Haiti é aqui
O Haiti não é aqui

Assim termina a música “Haiti” de Caetano Veloso e Gilberto Gil.
Nunca fui muito chegado à música de Caetano não. Com algumas poucas exceções. Mas ela me veio à cabeça ao ler a reportagem que coloco abaixo. Sem comentários… e isso tudo pro Brasil “ficar bem na fita” com a ONU. Lamentável.
Abaixo a reportagem de http://www.adital.com.br:

09.01.07 – HAITI
Carros blindados atacam homens, mulheres e crianças em Cité Soleil
Adital – Na madrugada de 22 de dezembro, desde aproximadamente as três da manhã, 400 soldados das forças de ocupação da ONU, comandadas por brasileiros, com veículos blindados, realizaram ataque massivo contra a população de Cité Soleil, sitiando uma vez mais aquela comunidade empobrecida.
Para ler o texto completo, aperta aqui
Para ler a letra de “Haiti”, aperta aqui

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *