Por que o Exército dos Estados Unidos continua estudando o Rio São Francisco?

Rio São Francisco
Em meados de julho/agosto deste ano ganhou destaque na mídia o contrato que o Ministério da Integração Nacional havia acertado com o Exército dos EUA para estudos no Rio São Francisco. Fato este também divulgado aqui no blog:


Trata-se de um acordo assinado entre a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba  (CODEVASF), órgão submetido ao Ministério da Integração Nacional, com o Corpo de Engenheiros do Exército Americano (USACE). A justificativa é de se encontrar formas de tornar o Rio São Francisco navegável. O contrato chega a um valor de R$ 7,8 milhões e foi assinado em dezembro de 2011.

Até aí já sabíamos. A pergunta que fica é: por que o governo brasileiro ainda não tomou nenhuma atitude quanto a isso? Será este Corpo de Engenheiros do Exército Americano tão superior em conhecimento ao que existe no país hoje nas universidades e até mesmo dentro do exército brasileiro?

Frans Post
Pesquisando na internet vejo que o estudo também pretende a investigação geológica, avaliação geotécnica, análise da qualidade da construção, análise hidrologia e outros estudos.”

No mínimo curioso. Ainda mais em uma época em que está cada vez mais reconhecido, e ganhando importância econômica, o potencial em recursos minerais da região.
Sugiro uma olhada no link que segue. Resume um pouco deste potencial mineral:

O USACE foi criado em 1982 com a justifica de servir de apoio em situações de desastre nos Estados Unidos, mas também para apoiar ações militares como no Afeganistão e no Iraque.

Li algo sobre a Comissão de Relações Exteriores da Câmera de Deputados ter pedido esclarecimentos ao Governo Federal, mas parece que até hoje não houve ainda nenhum posicionamento oficial. E precisamos dele. Este não é um questionamento puramente ideológico. Estamos nos referindo essencialmente a uma questão de soberania nacional.


 Assine o Feed do Propalando para nos acompanhar.

Exército dos Estado Unidos estuda Rio São Francisco

Foto do Exército Brasileiro em treinamento no Rio São Francisco
A CODEVASF, órgão submetido ao Ministério da Integração Nacional, anunciou há algumas semanas um contrato com o exército estadunidense para estudos de navegabilidade para o Rio São Francisco. Os norte-americanos lucrarão R$ 7,8 milhões para um trabalho previsto de 3 anos.
O coordenador será o brigadeiro Douglas Fraser, Comandante do Comando Sul do Exército dos Estados Unidos e, por consequência, Comandante de quaisquer operações militares em nossa região. É mole?!
Coisa mais estranha, não? Talvez seja pura ignorância minha, mas esta história toda não faz o mínimo sentido. 

E aí me faço duas perguntas:

1 – Será que não há técnicos em NENHUM canto do país que possam contribuir para um bom projeto nas águas do Rio São Francisco?! Esta quantia não me parece pouca…
2- Por que LOGO os Estado Unidos?? E aí não é simplesmente lance ideológico meu, mas este pessoal da CODEVASF não estudou história não? Não lê notícias não? Não têm noção de tudo que os EUA fazem afora, vide o que está acontecendo no Paraguai, na Líbia, na Síria, etc etc etc…
Exército dos Estados Unidos em base militar na Colômbia
Nós, principalmente os que se reivindicam da esquerda brasileira, não podemos perder de vista que o Imperialismo é um inimigo claro e que precisamos estar sempre atentos. Até nestes supostos acordos técnicos de cooperação. As formas de dominação hoje estão avançadas e disfarçadas nas mais variadas formas.
Se alguém acha que nos dias de hoje não podem acontecer mais ocupações militares “como antigamente”, basta abrir as páginas dos jornais.
Para mais informações, cliquem neste link